sexta-feira, 7 de julho de 2017

"Ser cheio" ≠ "Estar cheio"



"O fogo, pois, sempre arderá sobre o altar; não se apagará; mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã, e sobre ele porá em ordem o holocausto, e sobre ele queimará a gordura das ofertas pacíficas."
Levítico 6:12
         Hoje cedo acordei pensando em uma palavra de Jesus dita ao Victor Azevedo, a qual ele compartilhou em algum momento. Victor falava a respeito da comunhão, do estar com Deus em um relacionamento sério e profundo e, além do mais, constante. A frase dita pelo Mestre, segundo ele, foi a seguinte: “Victor, por que insistes em entrar em um lugar onde você pode permanecer?”.
         Uma das batalhas mais intensas do cristão é contra a inconstância. Vemos uma geração que tem todos os recursos possíveis para propagar o Reino de Deus, a volta do Senhor e Sua Eternidade, no entanto, usamos a tecnologia e todos os apetrechos para simplesmente “usufruirmos”, como se isso preenchesse algum tipo de vazio.
         Quando abri os olhos pela manhã fiquei pensando na frase exposta (já faz alguns dias que o ouvi falar sobre este assunto), porém, não dei ênfase a isto. Todavia, após o almoço fiquei refletindo novamente e, dessa vez, fui levada a aprofundar-me. Enquanto estava fazendo anotações na “agendinha do secreto” comecei a escrever o seguinte: “Ser cheio” ≠ “Estar cheio”. Podemos “estar cheios” do Espírito Santo enquanto O buscarmos, em determinados períodos e situações, contudo, “ser cheio” vai além de épocas, estações, movimentos. “Ser”, segundo o dicionário da Língua Portuguesa, é ter identidade, particularidade, capacidade inerente. “Ser cheio” é encontrar-se na grandeza de Deus, viver imerso no mar da graça de Cristo.
         No versículo exposto (Levítico 6:12) vemos que o fogo arderia sobre o altar, no entanto, o sacerdote tinha uma função: acender lenha nele cada manhã. Hoje, o altar somos nós e para queimarmos de amor por Jesus precisamos da comunhão com Ele, do conhecê-lo; do viver no secreto TODOS OS DIAS. A comunhão é a nossa lenha. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário