segunda-feira, 7 de agosto de 2017

# Bíblia # Devocional

Egocentrismo



         Existiu um homem em Gerasa, fronteira da Galileia, que passava por grande aflição. Ele foi tomado por uma legião de demônios e, há muito, “não se vestia, nem habitava em casa alguma, porém, vivia nos sepulcros” (Lucas 8:27). O estado dele chamou minha atenção, no entanto, o que fez com que eu, de fato, sentisse paixão pelo texto foi o fato dele ter se prostrado diante de Jesus quando O viu. Lembrei-me de quando a Palavra de Deus diz: “Como está escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho, e toda língua dará louvores a Deus” (Romanos 14:11). O Senhor Jesus é majestoso, poderoso, Rei Eterno. Todo poder e autoridade está em Suas mãos (Mateus 28:18).

         Não quero parar por aqui. – Lembro-lhes que o texto tem continuidade e ele diz que Jesus libertou aquele homem do poder das trevas e fez dele são e em perfeito juízo. O versículo 35 do capítulo 8 diz: “... De fato, acharam o homem de quem saíram os demônios, vestido, em perfeito juízo, assentado aos pés de Jesus; e ficaram dominados de terror”. O Mestre libertou aquele homem retirando a legião e pondo-a nos porcos, os quais caíram do penhasco e morreram afogados. O homem foi liberto, contudo, os moradores daquela região não se sentiram satisfeitos, muito menos contentes, com o acontecido. Ali existiam muitos porqueiro e eles, assustados com a quantidade de animais que haviam perdido, expulsaram Jesus da cidade.

         Chamo atenção a algo de extrema importância. Mesmo Jesus tendo feito o bem, demonstrado Seu poder e senhorio, e o homem ter tornado ao seu estado natural, as pessoas continuaram pensando em bens materiais e “prejuízos” financeiros. O homem tem uma grande tendência ao egocentrismo. Tudo parece girar em torno do ser humano e, por isso, muitos tentam encontrar algo inferior a eles para ter como “prova” que Deus não existe; algo que se possa explicar/palpar. O homem parece não querer alguém com mais autoridade e domínio. Não conseguem enxergar que Deus é infinitamente maior do que qualquer coisa que existiu, existe ou venha a existir. O Senhor declarou perante os judeus: “Em verdade, em verdade vos digo: antes que Abraão existisse, EU SOU” (João 8:58). Ele é o Verbo, o Criador do mundo (João 1:1-3).

         A grande maioria não valorizou, todavia, o homem que foi curado por Jesus soube aproveitar para ficar a seus pés aprendendo mais sobre Aquele que pode todas as coisas e que havia realizado um milagre em sua vida. Ele clamou ao Mestre que o permitisse acompanha-lo, porém, o Senhor tinha uma missão, uma espécie de propósito para aquele ser humano que ansiava por mais de Deus: “Volta para casa e conta aos teus tudo o que Deus fez por ti” (Lucas 8:39). E ele foi. Todas as coisas que Jesus lhe fizera foram anunciadas. Sabe, egocentrismo representa alguém egoísta, ou seja, que se importa mais consigo mesmo do que com qualquer outra pessoa. Não sejamos como os porqueiros de Gerasa mas, sim, servos humildes que reconhecem a importância de estar aos pés do Único capaz de salvar, curar, restaurar, santificar. Ele pode todas as coisas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário